Que Kit Gás instalar

Escrito por Gilson Maia

Índice de Artigos

Dicas GNVResumimos as perguntas principais e mais frequentes para decidir se colocar kit gás e o que colocar simplificadamente.

Próximas perguntas:


Devo instalar kit gás?

A principal resposta: Depende de quanto você roda ou gasta de combustível líquido.

  • Qual a quilometragem de roda por mês:
    • Abaixo de 800Km geralmente recomendamos não instalar pois a economia gerada mensalmente demoraria anos para retornar investimentos.
    • Até uns 1.500Km recomendamos o de 3ª geração, pois o kit de 5ª geração fica caro pelo motivo acima.
    • Acima de 1.500Km recomenda-se o kit de 5ª geração pela economia gerada principalmente.
  • Qual geração de kit, 3ª, 4ª, 5ª ou 6ª geração?
    • A 6ª geração ainda não está disponível no Brasil, que seria aplicada em veículos novos com injeção direta, como os novos Ford Fusion, Ranger, GM S10 e outros
    • 5ª geração é a melhor opção em questão de consumo, eficiência, desempenho, por se tratar de um sistema de injeção semelhante aos de fábrica.
    • A 4ª geração inclui um gerenciador de fluxo para economizar um pouco mais de gás e poluir menos o meio ambiente, além de diminuir a necessidade de regulagens mais constantes da 3ª geração.
    • A 3ª geração é a mais econômica, para veículos mais antigos, injeção ou carburados
    • Mais detalhes no artigo: Qual a diferença entre 3ª, 4ª e 5ª geração?
  • Principais vantagens?
    • Economia geral com combustível,
    • Maior durabilidade e limpeza do motor,
    • Menor poluição ambiental,
    • Em alguns estados redução no IPVA anual,
      (Ex: RJ 75% na gasolina ou 66% no Flex ou Álcool)
    • Maior autonomia total do veículo,
    • GNV é um sistema mais seguro,
  • Principais desvantagens?
    • Espaço de mala geralmente perdido quando não se pode colocar embaixo do veículo,
    • Verificar a cada 5.000Km abertura das velas, pois desgastam mais,
    • Verificar filtro de ar com mais frequencia,

Qual o melhor kit gás no Brasil?

A principal resposta: No Brasil o melhor de 5ª geração em custo x benefício é o da TURY(Emer) é o BRC Plug & Drive e portanto o mais caro.

Marcas principais segundo qualidade, atendimento, reposição de peças no Brasil e outras prioridades.

  • TURY (Emer) (Italiano) (Redutor e Bicos mais modernos e com Menor Custo de Reposição)
  • LANDI RENZO (Italiano)
  • BRC (Italiano)

Boas marcas, mas que apresentam alguma restrição:

  • REG (Não possui representação oficial no Brasil)
  • LOVATO (Não dispões de reposição de peças adequada no Brasil)
  • Outras marcas ás vezes são cópias, ou composição de diversas partes de kit's diferentes.

Qual a diferença dos tipos de kit gás?

  • DIFERENÇAS
    • 2ª Geração - Veículos Carburados - Kit tradicional com Redutor de 3 estágios, Comutadora para troca de combustível, Variador de Avanço e Regulagem manual na mangueira de gás. O veículos carburados utilizam especificamente:
      • Eletroválvula para corte da gasolina para o carburador quando no gás.
      • Recomenda-se furar o(s) carburador(es) ao invés do Misturador onde entra o gás e reduz-se a potência principalmente pela perda na passagem,
    • 3ª Geração - Veículos Injeção Eletrônica tradicional - Kit tradicional com Redutor de 3 estágios, Comutadora para troca de combustível, Variador de Avanço e Regulagem Manual
      • Emulador de Bicos, que desliga os bicos e simula o sinal dos mesmos,
      • Simulador de Sonda Lambda que simula o sinal da mistura de combustível correta para a injeção como por exemplo no flex para cada combustível;
      • Misturador onde entra o gás e reduz-se a potência principalmente pela perda na passagem
    • 4ª Geração - Veículos Injeção Eletrônica com Sonda Lambda - Diferencia-se da 3ª geração pela inclusão do Gerenciador de Fluxo para regular automaticamente o gás através da atuação de um motor de passo na mangueira de gás, substituindo aquela regulagem manual. Economiza gás quando o Cut-Off está programado no Gerenciador e reduz um pouco o consumo nas desacelerações.
    • 5ª Geração - Veículos Injeção Eletrônica com Sonda Lambda, e que não sejam de injeção direta, utilizam:
      • Redutor de 2 estágios que libera o gás pressurizado, e com
      • Bicos Injetores que injetam o gás diretamente no coletor
      • Filtro de Gás visando proteger os bicos das impurezas do gás abastecidos em postos sem manutenção adequada,
      • Variador de Avanço na maioria dos kits deve ser instalado à parte, e não deve-se utilizar os "Variadores" que atuam no MAP ou MAF.
    • 5ª Geração p/Injeção Direta - Kit para veículos injeção eletrônica com injeção direta, utilizam:
      • O kit da Landi Renzo com mapeamento da central de injeção, mantendo um consumo em torno de 25% de gasolina/álcool
      • Já comprovado na GM Captiva, os outros dependem ainda de desenvolvimento junto com o cliente interessado.
    • 6ª Geração - Semelhante ao de 5ª geração, sendo que como os veículos tem injeção direta, o gás teria que ser injetado pelos mesmos bicos injetores da gasolina ou Álcool. Estes kits ainda não estão disponíveis, nem homologados no Brasil. Como exemplo dos carros que ainda não tem como colocar kit gás por isso, são a GM Captiva, nova GM S10, Ford Ranger, Fusion, New Fiesta, Focus, ...
  • VANTAGENS
    • 5ª geração
      • Sem perda de potência
      • Economiza 30% ou mais de gás
      • Evita regulagens constantes
      • Manutenção a longo prazo. A cada 20.000Km troca o Filtro de Gás
    • 4ª geração - Se tiver configurada corretamente
      • Polui menos que a 3ª geração
      • Economiza em torno 15% de gás em relação à 3ª geração, principalmente no trânsito
      • Evita regulagens constantes
    • 3ª geração
      • Menor custo de instalação
      • Desinstalação com menor custo e perdas
  • DESVANTAGENS
    • 6ª ou 5ª geração Injeção Direta
      • Consome aproximadamente 25% do líquido junto com ao Gás
      • Muito Mais caro
      • Desinstalação total sai caro
      • Manutenção a longo prazo
        • Troca de Bicos Injetores de 6ª geração para Gás e Líquido são mais caros.
    • 5ª geração
      • Mais caro
      • Desinstalação total sai caro
      • Manutenção a longo prazo
        • Troca de Bicos Injetores, assim como, trocariam-se os de gasolina pelo uso.
    • 3ª e 4ª geração
      • Perda de potência em torno de até 30%
      • Poucos técnicos com conhecimento adequado
      • Suscetível a falhas de velas, cabo e bobinas,
      • Podendo causar danos com estouros de coletor, filtro e mangueira de ar

Mais detalhes no artigo Qual a diferença entre 3ª, 4ª, 5ª e 6ª geração?


Qual kit gás instalar?

Avaliar principalmente os itens abaixo:

  • Qual a marca do Kit(redutor, eletrônicos, cilindro),
  • É tudo novo,
  • Qual a garantia, tem peças de reposição, qual a procedência, ...?
  • Custo x Benefício,
  • Quanto roda (KM/mês)
  • Economia de IPVA
  • Quanto tempo pretende ficar com o carro.

Por quanto veja o artigo Qual o kit para meu carro?


Qual o preço do kit gás instalado?

Para 3ª geração

Deve incluir seguintes eletrônicos de melhor desempenho, consumo e durabilidade do motor  do seu veículo, a instalação com todos componentes novos além do cilindro, recomendamos todos eletrônicos da TURY por ser a única do mercado que cobre quase todas as necessidades.

Em ordem de principais ganhos de desempenho e funcionamento com menos problemas, sugerimos:

  • Variador de Avanço para:
    • Sensor de Rotação: T30, T37;
    • Bobina(s): T31, T32, T34, T35, T36, T39, T42, T44, T45;
  • Simulador de Sonda para Flex
  • Emulador Bicos;
  • Comutadora Miniaturizada)

Para 5ª geração!

Mais detalhes no artigo: Qual o preço do Kit GNV instalado?


Carro automático pode instalar gás?

Os veículos automáticos ou semiautomáticos tem o cambio calculado pela potência do motor e como na 3ª ou 4ª geração há uma perda acentuada de potência em todos os combustíveis em função da redução da capacidade de entrada de ar, recomenda-se o kit de 5ª geração e não esquecer de colocar o variador com o desempenho mais adequado para cada tipo de injeção. Geralmente no Sensor de Rotação ou na(s) Bobina(s) são os corretos.

Por enquanto veja o artigo Carro Automático - o que deve instalar,


Perde a garantia de fábrica?

Trabalhamos anos como Concessionário VW e mais de 20 anos como Fiat, e a garantia como de outras fábricas funciona resumidamente assim:

  • Os componentes que forem modificados é que perdem a garantia a não ser que apresentem defeitos como os que motivam os Recall.
  • Por exemplo: O fundo de mala é furado para fixar o cilindro e portanto a chapa do fundo da mala ou danos causados pelo cilindro é que podem perder a garantia destes.
  • No 5ª geração que é a melhor solução em quase todos os carros nacionais, faz-se um furos milimétricos no coletor e portanto o coletor perde a garantia.
  • Na 3ª ou 4ª geração caso haja falha de ignição podem ser danificados, coletor, filtro de ar e mangueira e estes não estariam cobertos e seria a maior perda financeira que pode ocorrer normalmente.

Qual a economia com o kit Gás


Outros artigos:

0
0
0
s2smodern
powered by social2s