TROIA GAS
Tel.21.3148-8849/WhatsApp 21.99188-5839

TRÓIA MultiMarcas - Defeitos e Erros

Redutor Vazando

Escrito por Gilson Maia

Índice de Artigos

Redutor de GNV
Redutor 3ª e 4ª geração

O redutor de pressão quando deixa vazar gás pode ter vários motivos. Começaremos pelos mais comuns, que são:

  • 1ª etapa com Excesso de pressão;
  • 3ª etapa membrana danificada;
  • Desgaste das membranas;
  • Solenoide não fecha;

O exemplo do texto é de redutor da 3ª ou 4ª geração que são os mais comuns de ocorrerem estes problemas. O de 5ª geração só possui 2 etapas.

No caso de vazamentos deve-se fechar o sistema na válvula de abastecimento que fica no caput geralmente. E se ainda persistir o vazamento feche a válvula do(s) cilindro(s).

ATENÇÃO: Só abra para fazer os testes e retorne a fechar e só reabra após reparado a causa do vazamento.


 

1ª Etapa

É a entrada do GNV no redutor, onde possui ema válvula de segurança para excesso de pressão.

Os inconvenientes mais comuns são:

  • A válvula de excesso abre para deixar passar o gás.O gás geralmente sai por um furo na tampa da 1ª etapa ou entre as 1ª e 2ª etapa.
    • Solução: Trocar a válvula e/ou a mola que regula o limite de pressão se disponível.Em caso de não encontrar a válvula e/ou a mola, trocar por em redutor novo.
    • Cuidado: Não tentar esticar um pouco a mola para aumentar a pressão, pois perde-se a segurança do limite estabelecido pelo fabricante.
  • A membrana da 1ª etapa se rompe pelo excesso de pressão
    • Trocar a membrana se encontrar, caso contrário trocar de redutor.

Observação: A culpa não é dos fabricantes de redutores que até fabricam com uma margem acima do que deveria ser tolerado e sim dos postos que aumentam a pressão dos compressores para atender aos consumidores que acham que quanto mais melhor. Falta fiscalização e interesse ou cuidado dos proprietários, até mesmo por falta de informação.


 

3ª Etapa

É a saída do GNV para o motor, onde tem a maior e mais fina membrana, por trabalhar coma a pressão reduzida.

Os inconvenientes mais comuns são:

  • Estouro de GNV por falha de ignição e o retrocesso do gás inflamado ou não danifica a membrana mais fina da 3ª etapa e fica vazando geralmente pelo furo da tampa traseira(maior).
    • Solução: Trocar a membrana da 3ª etapa se disponível.Em caso de não encontrar trocar por em redutor novo.
    • Atenção: Não tentar remendar a membrana por falta de substituição, pois perde-se a flexibilidade e o funcionamento do veículo fica prejudicado, além de provavelmente não conseguir vedar.

A maioria das marcas de redutores principalmente de 3ª e 4ª geração não estão disponibilizando partes do redutores para venda.


 

Desgaste das Membranas

Geralmente a duração das membranas levam geralmente mais de 10 ou 20 anos, senão ocorrerem os danos acima e lógico de acordo com a frequência de uso dos equipamentos.

Deve-se drenar o óleo do redutor periodicamente, pois os compressores de postos sem manutenção deixam passar para o carro e depositam-se no redutor e no cilindro.


 

5ª Geração

O redutor de 5ª geração só possui 2 etapas, sendo que a 2ª etapa seria o equivalente à 3ª dos redutores antigos, mas não ocorrer o dano do retrocesso, pois os bicos e a central não deixam gás sobrando para explosões fora da câmara de combustão do motor.

  • Solução: Reparar/Substituir as partes do redutor, por se tratar do item geralmente mais caro do kit de 5ª geração.

 

Solenoide não Fecha

A solenoide ou popularmente a bobina do redutor tem a função de abrir e fechar a entrada de gás no redutor. Por questão de desgaste, sujeira, defeito ou curto pode deixar o gás passar para o redutor e o mesmo vazar pela 1ª ou 3ª etapas.

  • Solução: Substituir a solenoide do redutor, se encontrar da mesma marca e modelo, pois a diferença entre os diversos modelos é milimétrica.

 

0
0
0
s2smodern
powered by social2s