TROIA GAS
Tel.21.3148-8849/WhatsApp 21.99188-5839

Manuais GNV - TRÓIA Gás MultiMarcas

Manual Usuário - Comentários

Escrito por Gilson Maia

Avaliação do Usuário: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Índice de Artigos

Manutenção Preventiva

Ao analisar o comportamento do mercado e dos preços dos combustíveis nos últimos dez anos, logo vem à tona a seguinte frase: "Brasileiro sempre dá um jeitinho para tudo". Ela surgiu diante da necessidade de sobreviver e evoluir economicamente em nosso país. Podemos fazer uma analogia com combustíveis. O valor pago pelo litro de gasolina, álcool e diesel variou como uma bolsa de valores. Para escapar dos altos preços dos dois primeiros combustíveis citados acima, a conversão para a opção de GNV foi a escolhida pelo consumidor. Um dos argumentos de venda do kit era que o valor investido retornaria em questão de meses, caso o veículo rodasse 100 km ou mais ao dia. Logo, o valor da parcela do kit gás era pago com a economia em relação ao uso da gasolina ou álcool. A demanda cresceu vertiginosamente. Uma cena comum era a de oficinas de conversão lotadas de veículos e as enormes filas para abastecimento nos poucos postos disponíveis em São Paulo, por exemplo. O tempo de espera para conseguir abastecer chegava a duas horas.

A picape racing utilizou o GNV até 2005

Diversas oficinas surgiram, a maioria com mão-de-obra desqualificada. Geralmente havia um técnico responsável ou o próprio dono, que assistia ao treinamento do fabricante do kit e repassava à equipe de mecânicos. Desta maneira, a prática era conquistada no dia-a-dia.

Nos últimos anos, o consumidor brasileiro tem sentido os constantes aumentos no preço do GNV, que chega a ser mais caro que o litro do álcool (na cidade de São Paulo), além da mudança do procedimento para a concessão da instalação junto ao Detran, deixando o processo mais criterioso. Com tais fatores, a queda na procura por conversões foi drástica. Segundo o auditor e supervisor do Senai, Sr. Antônio Torres, atualmente a demanda maior é apenas por manutenção dos veículos que já possuem o kit instalado e não por novas conversões.

Caso o governo não tome alguma medida que volte a incentivar o uso do GNV, o consumidor ficará pouco motivado a instalar o sistema em seu veículo.

O setor de reparação é positivamente afetado ao se tratar de um veículo equipado com kit gás, devido à exigência de que os sistemas como um todo estejam em perfeitas condições (alimentação, ignição, motor, etc.)

(voltar ao topo)

0
0
0
s2smodern