TROIA GAS
Tel.21.3148-8849/WhatsApp 21.99188-5839

TRÓIA MultiMarcas - Gerenciador de Fluxo

Gerenciador de Fluxo

Escrito por Gilson Maia

Índice de Artigos

Manual do GerenciadorComprar Gerenciador e Chicotes

O que é Gerenciador de Fluxo do GNV ?

É uma central eletrônica para regulagem automática do volume de GNV adequando a quantidade da mistura Ar x Gás, para menor consumo e poluição e permitir melhor desempenho.

A central do Gerenciador lê através da sonda lambda dos veículos com injeção eletrônica que a possuem, o sinal identificador da mistura de combustível pobre ou rica.

A diferença entre a 3ª geração e a 4ª geração é justamente a adoção do Gerenciador de Fluxo com o motor de passo, para economizar, poluir menos e até permitir melhor desempenho.

Funções

    • Regulagem do volume de GNV;
    • Redução da Poluição emitida;
    • Cut-Off - Redução de Consumo em desaceleração ou baixa rotação; 
    • Melhora o Desempenho em rotações mais altas;

Componentes

  • Central do Gerenciador
  • Motor de Passo - Substitui a regulagem manual da mangueira que vai do redutor ao misturador ou mesclador
  • Chicote - Conecta com a sonda lambda e ao motor de passo e outros sensores, além da chave e aterramento
  • Nas mais modernas a chave comutadora vem integrada:
    • Chave comutadora - Liga e desliga ou troca de combustível
    • Manômetro - Mede a quantidade de gás através da pressão existente

Atuação

Na mistura quando rica, ou seja, muito combustível para pouco ar, a central do Gerenciador aciona o motor de passo para diminuir a passagem de Gás e Ar.

Na mistura pobre, ou seja, pouco combustível para muito ar, a central do Gerenciador aumenta ou abre mais a passagem do motor de passo e assim o motor pode receber mais Gás e Ar.

Estas duas atuações são constantes e como diversas outras funções do programa do Gerenciador devem ser adequadas a cada veículo, principalmente por diferenças nas instalações, regulagens e programações.

Instalação

O modelo mais completo inclui a chave comutadora e o manômetro, devendo ser conectada principalmente na Sonda Lambda e no Sensor do Corpo de Borboleta. Ainda pode-se exigir a ligação no Sensor de Temperatura e outros, além claro de um bom aterramento preferencialmente no negativo da bateria, no fio azul se não possuir a chave comutadora integrada e no positivo do veículo após a ignição na maioria dos casos.

O motor de passo deve ficar na vertical.

A Central do Gerenciador deve ser programada quando conectada a um computador com o programa específico, veja em Regulagem a seguir ou a regulagem mínima.

Regulagem

A regulagem mínima exigida é a da marcha lenta e da alta rotação, geralmente feita por botão acionado na lenta e na alta.

A regulagem recomendada deve ser feita com o programa do Gerenciador do mesmo fabricante, observando-se principalmente a abertura mínima para lenta, a abertura máxima para alta rotação e a configuração do Cut-Off (fecha a passagem de gás e ar na desaceleração até chegar na marcha lenta).

Vantagens

  • Reduz o consumo e a emissão de gases com o Cut-Off configurado
  • Diminui a necessidade de regulagens devido a alterações de desgaste e falta de manutenção
  • Melhora o desempenho permitindo uma maior passagem de gás que a regulagem manual

Desvantagens

  • Custo benefício alto para quem roda pouco no GNV
  • Poucos técnicos com conhecimento da regulagem.

Observações gerais do GNV:

  • Não deixe de fazer manutenções periódicas;
  • Limpeza/Troca de filtro a cada 2.000Km ou 6 meses;
  • Sugerimos Verificar/Regular Desgaste e Abertura das Velas a cada 5.000Km;
  • Utilizar sempre velas resistivas, sugerimos NGK;

Vejam os novos textos a seguir sobre o Motor de Passo e Defeitos.

Este artigo continuará sendo atualizado com mais informações!


Motor de Passo

O motor de passo (T2100) é comandado por um módulo Gerenciador de Fluxo T2000 ou T3000, cujo maior ganho para o carro é um consumo menor na cidade em torno de 20% mais econômico.

Dicas

A posição do motor de passo deve ser na vertical.

Após a troca do motor de passo deve-se regular a mínima e a máxima pelo menos, sendo o ideal conectar ao computador para ver a posição real do mesmo.


Defeitos

Os mais comuns geralmente são:

      • Fusível queimado
      • Central mal ligada (Azul na Chave e Preto no Negativo da Bateria
      • Fios da Sonda mal conectados (solda)
      • Motor de Passo
        • Com desgaste e preso ou
        • Queimado por água
        • Sujo de óleo que veio do redutor

Há casos de “mexânicos” que não sabem ou não tem o chicote e programa de conexão com o computador (TURYLAB R$109,95) e não sabem regular.
Também há casos que não verificam nem o possível fusível queimado do Gerenciador, deixando-o sem funcionar.

O motor de passo com o tempo de uso com centenas de milhares de utilização terá a fadiga e necessitará ser trocado ou
Pode estar sujo de óleo dos resíduos que vem do redutor pela má manutenção dos postos de abastecimento e o motor de passo ficar agarrado.

Ou a posição do mesmo se não estava na vertical, pode com o tempo causar desgaste irregular e travar ou atrasar os movimentos do mesmo.

0
0
0
s2smodern
powered by social2s